Rádio JOVEM PAN

90.9. Jovem Pan Poços de Caldas

Ouvir

Para crítico Paulo Gustavo, empoderamento das mulheres deu o tom no Emmy 2017

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Paulo Gustavo Pereira durante participação na bancada do Morning Show

Paulo Gustavo Pereira durante participação na bancada do Morning Show

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Paulo Gustavo Pereira, crítico de cinema e televisão e autor do livro Almanaque dos Seriados, esteve na bancada do programa Morning Show nesta segunda-feira (18) para comentar a edição de 2017 do Emmy Awards, realizada na noite de domingo (17). Segundo ele, um dos destaques deste ano foi o tom político do evento, que, assim como diversas outras cerimônias, coroou o empoderamento feminino.

“As mulheres estão no comando. O comentário da Reese Witherspoon, por exemplo, todo mundo está procurando na internet. Agora o papel da mulher não é apenas de dona de casa, mas de qualquer personagem forte. E as atrizes não estão encontrando isso no cinema, então vão para a TV – seja em qual plataforma for. Isso é muito bom”, disse.

O especialista se referiu ao discurso feito pela atriz, produtora executiva de Big Little Lies (uma das grandes vencedoras da noite), ao receber um dos troféus. "Tragam as mulheres à frente de suas próprias histórias. Que elas sejam heroínas de suas próprias narrativas", disse ela.

Big Little Lies é focada na história de cinco mulheres e aborda temas como violência doméstica, estupro e bullying. Ao lado de The Handmaid’s Tale, a série levou cinco troféus: melhor série limitada ou telefilme, melhor direção (Jean-Marc Vallée), melhor ator coadjuvante (Alexander Skarsgard), melhor atriz (Nicole Kidman), e melhor atriz coadjuvante (Laura Dern).

The Handmaid’s Tale, produção adaptada do romance de Margaret Atwood, por sua vez, levou os prêmios de melhor série, melhor atriz (Elizabeth Moss), melhor atriz coadjuvante (Ann Dowd), melhor roteiro (Bruce Miller) e melhor direção (Reed Morano), todos na categoria Drama.

“A trama vem de um livro escrito em 1983 que já tinha virado longa-metragem. E o roteirista principal conseguiu fazer história densa muito interessante. Só vi o primeiro episódio, porque é da plataforma Hulu, que ainda não conseguimos ver por aqui. Então muita gente que a viu inteira viu pirata. Não teve outro jeito. A novidade é que logo ela estará no Paramount Channel”, revelou Paulo Gustavo, que divulgou um dado bastante interessante em seguida.

“Gosto de fazer algumas pesquisas e recentemente listei que, de 100 séries de streamings nos Estados Unidos, 45% são produções da Netflix, 35% da Amazon e o resto fica dividido entre os outros. Hulu tem apenas três e já emplacou um Emmy. É incrível”, completou.

Tags da Pan

Comentários