Rádio JOVEM PAN

90.9. Jovem Pan Poços de Caldas

Ouvir

“Garanti minha aposentadoria com ‘Ai Se Eu Te Pego’”, diz Michel Teló

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Michel Teló participa do Pânico; veja fotos

Michel Teló falou sobre a nova edição do

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló falou sobre a nova edição do "The Voice" e contou detalhes do projeto "Bem Sertanejo"

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Michel Teló no Pânico

Michel Teló falou sobre a nova edição do "The Voice" e contou detalhes do projeto "Bem Sertanejo"
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico
Michel Teló no Pânico

Um dos maiores nomes do sertanejo, Michel Teló sabe que deve muito à música que o fez estourar no Brasil e o lançou para o mundo: “Ai Se Eu Te Pego”. No Pânico na Rádio desta sexta-feira (15), o cantor lembrou do sucesso que o garantiu um belo retorno financeiro.

“‘Ai Se Eu Te Pego’ foi muito louco, eu garanti a minha aposentadoria por causa dessa música”, falou Teló ao lembrar da repercussão da música.

“Fui tocar na Rússia, Croácia, França e todos os países fizeram versões”, lembrou. “Calculo como seria se fosse hoje que a internet cresceu”, se divertiu.

Prestes a completar 25 anos de carreira, Michel Teló homenageia as raízes do sertanejo com o projeto “Bem Sertanejo”, que começou como quadro no “Fantástico”, virou musical, livro e agora, show.

“A ideia era realmente reunir os amigos para contar curiosidades da história do sertanejo, conversar, e fazer isso de maneira simples”, contou. No show “Bem Sertanejo”, Michel canta os maiores sucessos do gênero desde os anos 40 que marcaram a história.

“Foi difícil escolher as músicas. Pegamos momentos específicos de cada década e o que tinha de importante para a música sertaneja”, explicou sobre o show que também inclui músicas inéditas.

Entre as novidades, está a parceria com Simone e Simaria, “Modão Duído”. Ao falar sobre a faixa, Teló rasgou elogios para a dupla e a onda do chamado “Feminejo”.

“A música sertaneja precisa desse movimento de gente nova e ter elas com esse papo de qualidade que elas trouxeram é sensacional e importante”, afirmou.


Tags da Pan

Comentários